Fish Shell & Oh My Fish :: Uma Shell Focada em Produtividade de Desenvolvimento

Share:


A Fish Shell é uma shell para sistemas Unix Like como MacOS e Linux focada em produtividade de navegação. Ela é ideal para quem não se contenta só em customizar o Vim e quer prolongar a experiência de desenvolvimento de administração de servidores para além do bash padrão.  Ela é compatível com o git, e alguns temas podem dar informações a nível visual para o desenvolvedor e administrador sobre o repositório, sucesso de comandos e a fantástica inteligência de autocomplete do sistema e de acordo com o uso do usuário. Eu estou usando nos meus computadores pessoais e no trabalho e estou bem satisfeito com o Fish e o Oh My Fish.

Site do projeto: https://fishshell.com/


Instalando o Fish Shell

O Fish está disponível em praticamente todos os repositórios da maioria das distribuições Linux. Você pode encontrá-lo a partir do Zypper, Yum, Apt e até mesmo do Pacman. 

 DEBIAN LIKE   
 # sudo apt-get update   
 # sudo apt-get install fish   
   
 CENTOS / RHEL   
 # cd /etc/yum.repos.d/  
 # wget http://download.opensuse.org/repositories/shells:fish:release:2/CentOS_7/shells:fish:release:2.repo  
 # yum install fish  

Utilizando o Fish como Shell principal do usuário:
 $ chsh -s /usr/bin/fish  # Define como shell padrão do usuário da sessão 
 $ sudo chsh -s /usr/bin/fish root # Redefine a shell do root   

Atualizando os auto-completes do Fish
 # fish_update_completions  


Oh My Fish 

O Oh My Fish, ou omf, é um gerenciador de pacotes minimalista para ao Fish Shell. Com ele é possível instalar plugins e temas para o fish. Alguns temas são focados em desenvolvimento, onde dão informações visuais do status do git do projeto que você está trabalhando, como branch, se há modificações e etc.

Confira o Git do projeto: https://github.com/oh-my-fish/oh-my-fish

Lista completa de temas para o Oh My Fish: https://github.com/oh-my-fish/oh-my-fish/blob/master/docs/Themes.md

O Oh My Fish necessita de algumas fontes para funcionar 100%, uma vez que ele utiliza icones dentro do terminal (sim). Eles utilizam um projeto de fontes Open Source chamado Power Line. Vamos instalar as fontes diretamente do git do projeto:
 # git clone https://github.com/powerline/fonts.git
 # cd fonts/   
 # ./install.sh  

Para instalar o Oh My Fish é simples também:
 # curl -L http://get.oh-my.fish | fish  

Alguns comandos do Oh My Fish:
 # omf install [<name>|<url>] // Instalando um plugin  
 # omf list // Lista os pacotes instalados   
 # omf theme // Lista os temas intalados   
 # omf theme [<name>] // Muda para o tema informado   
 # omf remove [<name>] // Remove um pacote  


Instalando um tema simples:
 # omf install flash  

Espero ter ajudado :)






2 comentários:

  1. Muito legal, fiz umas bagunças nele inclusive. Tirar o OMF é fácil, mas se eu quiser tirar o fish como meu bash padrão e voltar ao original?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. $ chsh -s /usr/bin/bash
      $ sudo chsh -s /usr/bin/bash root

      Depois apt-get remove fish

      Ou tira na unha (tem no site do fish, último tópico)
      Se digitalr Help no fish, sem ser root ele abre a página no FAQ do Fish.

      Excluir